O MAIS BARATO DE FORMOSA Baixe nosso App e economize em suas corridas em Formosa GO.

Clique aqui e baixe para Android

Link para IOS

Inconformado com término de relacionamento, homem persegue, xinga e ameaça ex-companheira e acaba preso em restaurante em Formosa

Por: Clícia Balbino de Sousa

De acordo com informações apuradas pela Reportagem do Jornal da Terra, neste sábado (09/03), A Polícia Militar foi acionada para averiguar uma ocorrência de violência doméstica na Rodovia Juscelino Kubitschek (BR020), km 11; em um Restaurante, Lanchonete e Conveniência Formosa, situado na Zona Rural, de Formosa.

Mediante a solicitação, equipes deslocaram-se até o local informado onde depararam-se com a vítima identificada como L.A.S.. Segundo relatos da vítima, ela estaria na parada de ônibus para deslocar para o serviço, quando o seu ex-companheiro identificado como W.M.C., não aceitando o fim do relacionamento, impulsionado por ciúmes, a agarrou pelos braços e pressionou contra a parede, seguindo com palavras de baixo calão, tais como: vagabunda, desgraçada, em seguida tomou rumo ignorado após a aproximação de terceiros no local.

Ainda conforme relatado pela vítima, logo depois, já no local de serviço da solicitante, . W.M.C. retornou novamente, onde tentou agredi – lá, sendo este impedido pelos funcionários do estabelecimento comercial, no qual a escondeu em uma os cômodos do comercio.

Diante dos fatos, após os militares tomarem conhecimento das características e vestimentas do autor, foi realizado patrulhamento, onde avistaram um individuo com o mesmo aspecto próximo ao restaurante, portanto, a equipe policial com a finalidade de apreender objetos encontrados ou obtidos de forma criminosa e coletar qualquer evidência, submeteu o suspeito a revista pessoal, no entanto nada de ilegal foi encontrado com o abordado.

Em virtude da circunstância evidente, seguindo o que determina a súmula vinculante número 11, criada pelo supremo tribunal federal, depois de analisar os acontecimentos e o contexto envolvido, constatou-se que as algemas foram empregadas devido ao receio fundamentado de fuga do indivíduo detido, juntamente com a necessidade de proteger a integridade física da equipe Policial Militar e de outras pessoas.

Diante da situação, as partes foram levadas ao IML (Instituto Médico Legal), para realizar o exame de corpo de delito, e em seguida, as partes envolvidas foram conduzidas à delegacia de plantão e deixadas à disposição da autoridade policial responsável para tomar as devidas providencias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O MAIS BARATO DE FORMOSA Baixe nosso App e economize em suas corridas em Formosa GO.

Clique aqui e baixe para Android

Link para IOS

Site de notícias estaduais, nacionais e internacionais. Privando pela isonomia dos fatos.

Terra FM