O MAIS BARATO DE FORMOSA Baixe nosso App e economize em suas corridas em Formosa GO.

Clique aqui e baixe para Android

Link para IOS

Delegado Danilo Meneses diz que Gislene faleceu por traumatismo crânioencefálico, confira

Por: Clícia Balbino de Sousa

Conforme informações apuradas pela reportagem do Jornal da Terra, a Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa, lavrou nesta quinta-feira (33/08) o auto de prisão em flagrante em desfavor de suspeito de feminicídio conduzido pela Polícia Militar.

Na manhã do dia (23/08/2023) o suspeito compareceu até a Polícia Militar informando que teria ceifado a vida de sua namorada.

O suspeito de 20 anos, Lúcio Pereira afirmou que a namorada era GISLENE RAMOS DE JESUS SANTOS, de 25 anos, estaria jogada em um mato aos fundos da residência.

O casal estava junto há cerca de 15 dias apenas e GISLENE estava ficando na residência do suspeito até que o local que ela alugou para morar ficasse liberado para ela mudar.

A investigação apontou que a vítima teria chegado à residência na noite anterior ao crime antes dele. Mais tarde o suspeito, possivelmente após fazer uso de álcool e drogas, chegou ao local.

Insatisfeito com o motivo de GISLENE ter saído mais cedo sozinha o suspeito, em determinado momento, enforcou a vítima com as mãos.

GISLENE tentou se defender e arranhou bastante o suspeito. Ela possivelmente desmaiou em seguida, ocasião na qual golpes foram dados em sua cabeça. A vítima não resistiu aos ferimentos e faleceu em função de traumatismo crânioencefálico.

O suspeito então decidiu carregar a vítima até os fundos do local e jogá-la lá. A intenção dele era esconder o corpo e fugir da cidade.

Após deixar o corpo da vítima em um matagal aos fundos da casa o suspeito dormiu. Ele acordou no dia seguinte, foi na casa de uma mulher de sua confiança e contou o ocorrido. A mulher convenceu ele a se entregar para a polícia.

Antes de se entregar o suspeito chegou a mandar mensagem para um pastor dizendo que iria se apresentar à polícia e que ficaria preso.

Veja vídeo a seguir:

Após ser conduzido pela Polícia Militar ao Grupo de Investigação de Homicídios o suspeito foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio.

Os policiais civis compareceram ao local do crime pela segunda vez com a perícia para comprovar outros elementos que surgiram na investigação no que tange à dinâmica dos fatos.

A investigação ficará a cargo do Grupo de Investigação de Homicídios de Formosa. O inquérito policial será concluído com a maior brevidade possível para o completo esclarecimento do ocorrido e responsabilização do suspeito.

A Polícia Civil lamenta pelo episódio e presta e condolências à família da jovem GISLENE.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O MAIS BARATO DE FORMOSA Baixe nosso App e economize em suas corridas em Formosa GO.

Clique aqui e baixe para Android

Link para IOS

Site de notícias estaduais, nacionais e internacionais. Privando pela isonomia dos fatos.

Terra FM